Otakus #10: WebComic / WebToon

Postado por ás 0 comentários
         Olá minna o/. Faz algumas décadas que não posto nessa coluna, ora por preguiça porque as postagens são enormes, ora que minha criatividade não vem quando eu quero -.-''. Então para os que não conhecem a coluna "Otakus", nela eu posto curiosidades e informações importantes para todos os otakus ou admiradores das artes asíaticas, nem sempre né... 

Venho hoje, explicar sobre duas formas de arte, que vem tento bastantes adeptos ao redor do mundo, claro incluindo a ásia :P:

WebComic

     Webcomics, nada mais é do que quadrinhos on-line, ou seja, são quadrinhos cuja publicação é veiculada exclusivamente pela Internet. Podendo facilmente atingir uma audiência, os quadrinhos on-line se tornaram o principal meio dos novos cartunistas apresentarem o seu trabalho. Essa forma independente de publicação, similar aos fanzines, tem tido grande popularidade, havendo centenas de webcomics disponíveis atualmente. A maioria consiste em trabalhos amadores de qualidade inconsistente e de publicação esporádica, mas até mesmo entre essas encontram-se algumas com sucesso da parte do público, da crítica, ou mesmo na área comercial.
          
     Por serem em sua esmagadora maioria obras independentes, os webcomics partilham dos fanzines a controversa possibilidade de superar limitações formais, como os problemas relacionadas a sindicalização dos quadrinhos. Deste modo, direitos autorais são eventualmente desrespeitados, e referências culturais ou a personalidades são facilitadas, além de não ter praticamente nenhum problema com censura, podendo ter conteúdo excessivamente erótico, violento ou de linguagem adulta.
           
     Um dos aspectos mais controversos das webcomics é a banalização da necessidade de se haver um talento para desenhar para poder criar uma HQ. Porém, diversos artistas encontram outros meios de expressão como o 'Sprite comics', que usam sprites de jogos de Video game, geralmente das eras 8-bits ou 16-bits, como personagens, podendo ser ou não editados. Também existem webcomics que usam clipart e fotografia. Além, dos quadrinhos que usam 'Pixel art', mas, diferente das Sprite Comics, essas usam arte original e os que usam arte 3D
         
     Alguns dos primeiros quadrinhos online foram T.H.E. Fox, publicado pela Compuserve e Quantum Link, em 19864, publicado via FTP e usenet em 19916, Netboy publicada na internet no verão de 1993, e Doctor Fun, publicado na internet em setembro de 1993.

Onde encontrar?
                     - Nacionais:
Outros Quadrinhos                                • Top 100 Webcomic Nacionais

                    -  Internacionais :
Top Webcomic                                     • Smack Jeeves
The Duck Webcomic                            • Comic Genesis


WebToon


     A Webtoon no seu sentido ocidental, é uma tira em quadrinhos animados, muitas vezes criados por um amador, que é distribuído através da Internet. Normalmente webtoons são desenhadas em cores e ler em uma longa faixa por capítulo. Eles são normalmente criados usando o Flash , ou um editor de imagens simples e software quadro de animação, tais como o Windows Movie Maker . Em alguns casos, alguns webtoons e criadores tornaram-se famosos o suficiente para ser captado pela indústria de desenho animado. Alguns exemplos de uma Webtoon é Neuròtico Yours, Happy Tree Friends, Pucca e Homestar Runner.

     Porém, na Coréia do Sul, como webcomic não é um termo comum. Os coreanos usar o termo 'webtoon "(uma junção de" web "e" desenhos animados ") para webcomics. Primeiramente, a Coréia tem tido internet de alta velocidade desde o início dos anos noventa, isto que o governo criou a infra-estrutura para a banda larga naqueles dias. Graças a isso, os sul-coreanos se acostumaram a apreciar o conteúdo on-line de forma rápida e em grandes volumes.

     Webtoons são publicados como uma faixa vertical de comprimento. Aproveitando-se do conceito de Scott McCloud chama de "tela ilimitado". Isto é bastante ideal para rolagem com uma roda de rolagem do mouse ou visualizar uma história em quadrinhos em um computador tablet ou smartphone. Imprimir manhwa são quase em formato impresso em tinta preta, devido ao custo e tempo de colorir o manhwa e os quatro impressão em cores. Desde Webtoons são postados on-line, não há custo adicional para colorir e abre possibilidades de design de cores. Alguns deles têm música de fundo. Alguns usam animações em flash. Webtoon artistas são contratados pelos grandes sites, a serialização de seus quadrinhos, uma ou duas vezes por semana.

     Além disso, o Google não é o motor de busca mais utilizado na Coréia do Sul, e um monte de coreanos gostam de ler mangás do fundo de seus corações. As pessoas visitam os principais portais como Naver e Daum em uma base diária, e eles podem começar a ver seus favoritos webtoons atualizados todos os dias. Coréia poderia ser o único país que tem uma série de dramas, musicais, filmes, animações, livros baseados em 'webtoons'. Por exemplo, há uma webtoon popular chamado A Grande Catsby serializado através de 2005-2010. Esta foi feita em um musical em outubro de 2010. Moss e Sunjeong Manhwa tem filmes baseados nestes webtoons.

     Na década de 1990, durante o boom de lançamento de páginas pessoais, muitos cartunistas coreano mostrou seu trabalho em suas páginas da web em vez de estrear-lo através de revistas. E, em vez de se ater ao gênero dramático que as revistas de série preferido, muitos deles exibidos seus gostos individuais, histórias e ideias e foram bem recebidos. Chamado "ensaio-toons" ou "toons simpatia," eles escaparam da pressão de ter que preencher uma página, enviando desenhos vagamente-configurados com amplas margens que simplesmente necessários rolagem. Pape Popo Memórias de Shim Seung-hyun, Snow Cat por Kwon Yoon-ju, e dos azuis marinhos por Jeong Chul-yeon foram alguns que se tornaram hits. 

     Os principais pontos de desvantagem dos webtoons são que eles são exclusivamente lidos on-line; Os autores não estão vinculados por contratos, ou seja, eles são livres para parar seus trabalhos à vontade. Cerca de metade dos webtoons não atingem as terminações adequadas. Uma maneira popular de formalmente "quit" obras estão afirmando que se trata de uma final de uma temporada. Na próxima temporada, geralmente não vêm. Outra é quanto a qualidade, pois enquanto alguns webtoons selecionados têm grande qualidade, a qualidade geral é por vezes questionável. E por fim, a maioria dos trabalhos feitos são curtos demais, alguns passam dos 30 capítulos para fecharem um volume.

Onde encontrar?
                      -  Internacionais :
Naver  (Coreano)                                              • Daum  (Coreano)  
• Ten Manga (Americano)                                    • WebtoonLive (Americano)

Fontes: Wikipedia e Wikia.

Macadores :

0 Comentários sobre: "Otakus #10: WebComic / WebToon"

Ir ao Topo