Ilhas Senkaku / Diaoyu

Postado por ás 1 comentários
     Olá minna, eu não sei quanto a vocês, mas eu fiquei surpresa com o impasse entre a China e o Japão pelas ilhas Senkaku ou Diaoyu. Então pesquisei sobre como tudo começou. As ilhas Senkaku (em japonês 尖閣諸島, Senkaku-Shotō) ou Diaoyu (em chinês 钓鱼台列岛, Diàoyútái Lièdǎo) são formadas por cinco ilhas vulcânicas, sendo elas: Uotsuri-jima (魚釣島)⊕ ou Diaoyu Dao (釣魚島); Kuba-jima (久場島) ou Huangwei Yu (黃尾嶼); Taishō-jima (大正島) ou Chiwei Yu (赤尾嶼); Kita Kojima ou Beixiao Dao (北小島); Minami Kojima ou Nanxiao Dao (南小島). Estão localizadas ao nordeste de Taiwan, exatamente a oeste de Okinawa, e ao norte das Ilhas Ryukyu, no Mar da China Oriental. A área insular total do arquipélago é de sete quilômetros quadrados.

Em documentos históricos chineses, o mais antigo data da era Ming, inclui que o arquipélago da região costeira de Fujian. Em documentos da mesma época, registros de emissários do governo chinês que viajavam para Ryukyu (atual província de Okinawa) mostram que para eles, as ilhas Diaoyu eram a fronteira com o mar de Ryukyu. Em 1785, Shihei Hayashi faz um mapa e descreve essas ilhas como território chinês. Um dos argumentos utilizados pelos chineses para reivindicar a posse do arquipélago.

Em 1881 o Japão define o arquipélago como parte da província de Okinawa, que foi anexada em 1879, mas só a anexa oficialmente em 1895 durante a guerra sino-japonesa. Não foram feitos acordos com relação ao arquipélago, e o argumento do governo japonês se resume na lei do usucapião, já que as ilhas eram desabitadas. O governo chinês não protestou a posse das ilhas nesse momento, e após a segunda guerra mundial, quando foi definido que o Japão deveria devolver todos os territórios ocupados militarmente. O governo japonês deu a posse de algumas ilhas à família Koga, que a ocupou até a segunda guerra mundial, que fez grande negócio com a matéria prima encontrada no arquipélago.

Em 1919, um navio chinês naufraga na região, e seus tripulantes são socorridos pelo prefeito da cidade de Ishigaki, que no ano seguinte (1920) recebe uma gratificação do consul chinês, que no texto escreve o nome das ilhas Diaoyu com endereço japonês. O que seria um argumento para os japoneses fortalecer seu direito de posse. Em 12 de outubro de 1968, a ECAFE (UN Economic Commission for Asia and the Far East) inicia pesquisas submarinas na região, que dura até 29 de novembro, dando sinais de que a região seria rica em gás e petróleo. Então a partir do ano seguinte, a República da China e a República Popular da China começam a reivindicar a posse do arquipélago.

Em 9 de abril de 1971, os EUA declaram a devolução do arquipélago Ryukyu (incluindo as ilhas Diaoyu) ao governo japonês, e que o problema da posse deveria ser resolvido entre as partes envolvidas. Houve uma série de protestos, e um dos líderes do protesto nos EUA é o atual chefe do governo Taiwanes Ma Yinjiu.

     Até o começo do ano, a ilha não era habitada, tendo apenas um farol, construído por um grupo civil japonês (radicais de direita), mas agora sob a administração do governo japonês. O governo japonês, temendo a reação das Chinas, mantẽm a ilha intocada, não permitindo que até mesmo agentes da prefeitura de Ishigaki, onde pertence o arquipélago pelo mapa político, desembarquem nas ilhas.

    No inicio do ano, foi anunciado que o Japão pretende nacionalizar as ilhas. O Governo japonês, que pretende reforçar o controlo sobre as ilhas Senkaku iniciou as negociações com o seu proprietário privado, a família nipónica Kurihara, prevendo concluir as mesmas até ao fim do ano. O projeto prevê a aquisição de três das ilhas, incluindo a maior delas, Uotsuri. A aquisição das ilhas aos seus actuais proprietários japoneses importará em 2.050 milhões de ienes (21 milhões de euros).

     No incio deste mês, a disputa entre os dois países se intensificaram, principalmente no dia 18 de Setembro, pois é a data de aniversário de 81 anos da invasão japonesa na região. Varias empresas  japonesas suspenderam operações de suas fábricas na China, algumas delas foram, Honda, Mitsubishi e Yamaha. Vários japoneses já voltaram ao país de origem com medo da ameaças dos manifestantes, que em seu protestos gritão frases como "Fim ao imperialismo japonês", "Boicote aos produtos japoneses" e "Destrua o Japão e recupere Okinawa".

       Taiwan também já mostrou interesse nas ilhas, tento enviado 50 barcos ao arquipélago nesta terça-feira (25/09), que foram recebidos a jatos de água pelas embarcações japonesas. A Coreia não ficou parada e enviou o seu primeiro navio porta-aviões. Como essa disputa acabará? Isso já se tornou algo imprevisível, mas rezemos que o povo de ambas as nações não sejam mais envolvidas e que se encontre uma solução diplomática.

Fontes: Wikipedia e Ig.

Macadores :

1 Comentário sobre: "Ilhas Senkaku / Diaoyu"

Ir ao Topo